Projeto Reciclar incentiva educação ambiental em escolas de Várzea Grande

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável está desenvolvendo em 16 comunidades onde possuem escolas públicas municipais, ações sustentáveis na educação ambiental, com o projeto “Oficina de Sabão” para pais de alunos e comunitários, e nas escolas o projeto Reciclar Papel.

O objetivo é desenvolver a sensibilização social para a coleta seletiva e reciclagem de óleo de cozinha usado, além de ser também uma fonte de renda e de melhoria de vida das comunidades e ainda envolver os alunos para boas práticas ambientais.

Segundo informou a titular da pasta, Helen Farias Ferreira, a ação faz parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos que prevê a prevenção e a redução na geração de resíduos, tendo como proposta a prática de hábitos de consumo sustentáveis, em um conjunto de instrumentos para proporcionar o aumento da reciclagem, e da reutilização dos resíduos sólidos. É também uma forma de destinação ambientalmente adequada dos rejeitos.

“A política institui a responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos, tanto dos fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e cidadãos. A secretaria municipal também institui dentro dessa política a inclusão de catadoras e catadores de materiais recicláveis e reutilizados, dentro da política da coleta seletiva”.

Helen explica ainda que os resíduos sólidos e orgânicos são problemas ambientais relevantes, e a união do poder público com a sociedade é uma alternativa em favor da redução, reutilização e reciclagem desse lixo.

“A oficina de sabão é o início da inserção da cultura de sustentabilidade inserida na educação ambiental da comunidade como um todo e para os alunos o despertar para o cuidado com a natureza. A proposta é provocar a mudança social, visando à sensibilização diante das questões ambientais e a urgência de mudanças de hábitos na preservação de recursos naturais”.

O projeto ‘Oficina de Sabão’ consiste em transformar o óleo reutilizado em produto de limpeza, que pode ser utilizado na higienização de piso, para limpar alumínio e até lavar roupas. A fabricação do sabão ecológico tem baixo custo e a produção é rápida. O produto também pode ser comercializado nas comunidades onde a ação está sendo desenvolvida.

Já o Projeto Reciclar tem o intuito de desenvolver práticas ecologicamente corretas na comunidade escolar com o reaproveitamento do papel e transformar o descarte em novos objetos de uso como bloco de papel, artesanato na arte de reciclar. O que a escola realmente não puder aproveitar os resíduos são encaminhados para as cooperativas de reciclagem que darão a destinação final.

As escolas municipais inseridas no projeto são: Benedita Bernadina Curvo; João Ponce de Arruda; Joaquim da Cruz Coelho; Júlio Corrêa; Maria Pedrosa Miranda; Paulo Freire; Wilson Sodré Farias; Padre Maria Ghisoni; Tenente Abílio; Salvelina Ferreira da Silva; Euraíde de Paula, na praça do bairro 15 de Maio e no bairro Chapéu do Sol.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta