Cientistas desenvolvem primeiro plástico 100% reciclável

Atualmente, cada um de nós consome 90kg de plástico por ano, e a maioria não é biodegradável ou reciclável. Esse cenário pode estar prestes a mudar, graças a pesquisadores da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, que utilizaram o monômero Gama-butirolactona(GBL) para compor um polímero reciclável, de nome poly(GBL), livre de pretróleo e capaz de ser decomposto por microorganismos. Apesar de muitas embalagens ostentarem o símbolo de “reciclável”, na verdade elas só podem ser reutilizadas até certo ponto. São processadas e destinadas a um novo propósito, mas isso só adia o momento em que serão lançadas no meio ambiente. A partir daí, o tempo de decomposição é o mesmo de qualquer outro plástico -aproximadamente 450 anos.

O poly(GBL) pode voltar ao seu estado original. É só aquecê-lo ente 220ºC e 300ºC por uma hora, e ele é convertido de volta para o GBL, que é encontrado em removedores de super cola e em algumas soluções de limpeza. Esse é o primeiro plástico 100% reciclável: até as embalagens que podem ser recicladas parcialmente sofrem algumas limitações, já que o processo para aumentar seus ciclos de vida gera subprodutos indesejáveis.

A descoberta só aconteceu depois de o grupo de cientistas desafiar estudos anteriores, que diziam que o GBL era muito estável para ser convertido em plástico. “Eles diziam: ‘Nem se incomodem com esse monômero’. Nós suspeitamos que algumas das pesquisas anteriores provavelmente estavam incorretas”, diz Eugene Chen, líder do projeto.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta