Cooperviva precisa ampliar espaço para reciclagem de materiais

Com 26 famílias cooperadas, a Cooperviva (Cooperativa de Trabalho dos Catadores de Material Reaproveitável de Rio Claro) realiza periodicamente a coleta de material em mais de 60 bairros da cidade, o que representa mais de 30% do município. A cooperativa está instalada em um dos galpões do Espaço Livre da Vila Martins (Rua 3-A com avenida 42-A).

Com espaço físico que já não comporta a demanda, catadores pedem ampliação da área para melhor armazenamento do material coletado. O carregamento, descarregamento e a seleção dos materiais coletados começam a ficar comprometidas.

Preocupado com essa situação, o vereador Julio Lopes de Abreu encaminhou requerimento, aprovado pela Câmara Municipal, solicitando ao setor competente da administração pública uma nova área adequada às necessidades da cooperviva.

"É preciso atender logo a necessidade de adequação ao novo espaço físico para a cooperativa. O prefeito disse que está tratando o assunto com muita atenção. Outra providência que estamos tomando é auxiliar os cooperados para que uma das prensas que são utilizadas para compactar o material reciclável e que está desativada temporariamente possa ser reparada. Estamos trabalhando para facilitar o reparo da máquina. Os custos de manutenção ficam por conta da cooperativa, mas é sempre bom oferecer suporte para agilizar o conserto"- diz o vereador.

Ele ainda destaca que seria importante que mais pessoas colaborassem e separassem o lixo reciclável para aumentar a coleta seletiva, reduzindo assim o lixo que chega diariamente ao aterro sanitário.

Segundo a administração municipal, existe projeto para possibilitar que a coleta seletiva chegue a 70% da cidade. A intenção não é fazer concorrência com os demais catadores e sim realizar um trabalho conjunto.

Há possibilidade da construção de uma nova sede da cooperativa ao lado do aterro sanitário. Com isso o trabalho dos catadores seria facilitado além de reduzir os resíduos despejados no aterro.


Fonte:  Canal Rio Claro