Fibra de coco poderá unir Índia e Brasil

A fibra de coco, um produto considerado praticamente sem utilidade no Brasil, pode se tornar um importante artigo na parceria comercial entre Índia e Brasil.
Durante visita ao Brasil, o secretário de Estado de Agronegócios da Índia, Ashok Pradhan, iniciou contatos para que futuramente seja concretizado um acordo de transferência da tecnologia indiana na produção de artigos à base dessa matéria-prima.
Os produtos são biodegradáveis e servem tanto para a confecção de utensílios domésticos quanto para a fabricação de artefatos para a construção civil - já há casas de fibra de coco na Índia.
De acordo com o secretário, essa é a primeira vez em que representantes de governo indianos vêm ao país fazer a divulgação desses produtos.
"A nossa estratégia é, primeiramente, criar um mercado para o consumo desses produtos. Numa segunda fase, poderão ser criadas joint ventures de agroindústrias indo-brasileiras para o beneficiamento e manufatura da fibra de coco", afirmou Pradhan.
Atualmente, a Índia é líder mundial na comercialização desses produtos, com 1,02 bilhão de toneladas de fibra produzidas por ano. O país fatura US$ 70 milhões com exportação.
No Brasil, a produção é ainda incipiente, com cerca de 40 milhões de toneladas de fibra produzidas anualmente.



Fonte: Folha